quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Entendendo a vida...

Certo dia, um pouco antes do pôr do sol, Danilo procura relaxar em seu quarto procurando paz em pensamentos e se harmonizar. Ele põe em prática diversas técnicas de reiki, mentalização e concentração.

Certo tempo depois, após ter se relaxado, ele eleva seus pensamentos e procura meditar. A música que ele escuta parece se fundir com sua vontade, bondade e compaixão pelo mundo, a sensação de bem estar é maravilhosa.

Na meditação ele vê algo como se fosse sua imagem à sua frente, mas observando-a melhor observa ser ALBDN. Danilo fica surpreso e procura tomar consciência de seu local. Ele fica espantado ao notar que, de fato, ainda está em casa. Aquilo não era uma viagem astral ou uma projeção para a caverna. Ele se sente lisonjeado pela presença de seu mestre.

Eles meditam juntos por um tempo, parecem trocar algumas energias e uma conversa mental é iniciada. ALDBN começa: "saudações meu caro irmão. Em seus pensamentos pude ver suas questões, você pôde sentir minhas respostas?" Danilo explica ter sentido certas intuições em diversos momentos quando mentalmente fazia algumas perguntas, mas não estava certo do conteúdo das respostas.

ALDNB lhe explica: "esteja sempre aberto, seja sempre observador, simples e humilde, use sua concentração, amor e vontade para estar atento às mensagens, aprendizados e também respostas. Lembre-se que muitas vezes elas não virão de forma simples ou claras. Vocês, enquanto aqui, adquirem uma quantidade enorme de informação e experiência. As mensagens estão disponíveis a todos, basta a quem quiser ver, enxergar.

Danilo, após o mestre esperar que ele comece a falar, tomado por um sentimento de preocupação com o mundo, as pessoas animais etc. se desabafa com seu mestre: "ô mestre, tanto sofrimento e ignorância tenho visto. Tanto amor em vão e ódio sem razão, tanta ganância e dor..."

ALDBN, como se entendendo perfeitamente o que com poucas palavras Danilo tentasse dizer, lhe fala: "meu caro irmão preste atenção em minhas palavras agora. Não será com tristeza que você combaterá a infelicidade, assim como não será com a dor que você acabará com o sofrimento. Não se deprima ou se oprima. Não importa como o mundo esteja, você precisa estar feliz para ser capaz de ajudá-lo. Você precisa estar forte para auxiliar alguém a se levantar. Se queres começar fazendo algo de bom, algo para ajudar alguém, então comece contigo."

"Talvez não seja você a mudar o mundo inteiro, mas já fará uma parte muito importante ajudando àqueles à sua volta. E para com estes, se não podes ajudar com tudo, então ajude com o que puder ajudar. Seja bom, seja forte, seja solidário. Muitas das pessoas à sua volta possuem alguma ligação contigo ou dependem de algo de ti. De nada adiantará você ir para fora procurando ajudar outros quando quem está mais próximo não recebe sua ajuda. Comece fazendo o que está ao seu alcance."

"Lembre-se de que tudo que vê é ilusório. As pessoas que vocês chamam de más nada mais são que pessoas que ainda não aprenderam, só isso. Infelizmente para muitas delas, elas se tornam marionetes de entidades que compartilham da mesma ignorância e vibração."

Danilo interrompe levantando várias questões: "mas mestre elas geram tanta dor. A escolha das pessoas que sofreram na mão destas malvadas, não possui nenhum critério? Quanto àquelas que não praticam a maldade, mas a fazem de maneira indireta, como políticos que roubam, falsos messias, charlatões etc. E os viciados? Quanto temos de pessoas apegadas a vícios ou manias. As vezes fico pensando o número de entidades aqui deve ser muito maior que o número de pessoas..."

ALDBN diz: "muito sábia sua análise. Vou lhe explicar algumas coisas até você ser capaz de vê-las. Para todo fluxo de vida que para seu plano vem é destinado um guia, um protetor ou mentor. Para outros até mesmo algumas entidades são anexadas, por assim dizer. Mas vamos falar do genérico."

"Você me pergunta se existe alguma ligação cármica nas pessoas que sofrem pelos atos de outras. Eu lhe digo que fica fácil reparar quando algo ocorre entre pessoas de mesmo convívio. Mas para algumas o acaso, infelizmente, pode ser um malgrado. Aquele que acompanha a pessoa (guia, protetor ou mentor) nem sempre está para protegê-la e este também está sujeito às leis do livre-arbítrio."

"As leis do livre arbítrio são claras. Se um fluxo se afina com uma energia, nada pode fazer seu protetor para livrá-lo do que se metera. Ou seja, se você faz algo errado não pode esperar proteção durante sua ação ou nas conseqüências desta. Assim, se você entra na vibração de algo ruim, por algum motivo, sentimento ou desejo, não pode esperar que seu anjo da guarda esteja contigo."

"Para os pobres fluxos que forem tirados de suas roupas (desencarnados) sem sua vontade ou mesmo, sem alguma ligação cármica, possuem a vantagem da limpeza. Como você já sabe a reação cármica adquirida (em vida somente), para alguns casos, pode ser quebrada pela dor. Isso as farão fortes para se desligarem do seu antigo plano, desde que tenham consciência e vontade disto."

"As pessoas que praticam atos densos (maldade) e com isto acabam por ferirem outras, mesmo de forma indireta, serão julgadas por suas próprias consciências e sofrerão efeitos das energias que elas mesmas geraram e agregaram em seu Eu."

"Um dos grandes testes que os seres em seu plano são submetidos é a emoção e o desejo. Com estes, sofrimento e apego são gerados ainda em sua vivência ou não. O apego pelo material, pela carne, gerados por ambição, egoísmo, inveja, luxúria e tudo mais que vocês conhecem bem, geram atrasos na evolução deles na mesma proporção das conseqüências das ações praticadas."

"Você (ser humano), a partir do momento que acorda para suas responsabilidades e vê o que é temporário, se desperta para buscar algo além a que simplesmente estar em seu plano. Seu Eu vibra com sua busca e o motiva a cada vez a acordar mais, buscar crescer e se desapegar."

"É preciso se desfazer de vícios, mentiras e ilusões. Infelizmente as pessoas adquirem hábitos que as acorrentarão até os perderem para sempre. Pessoas que passaram a vida inteira com luxo e vivendo na ilusão de suas ganâncias tendem a vagarem mesmo após deixarem sua vestimenta carnal, pois são incapazes de ver além do que esperam ver."

"O homem em seu plano construiu para si diversas formas de se sentir perto daquilo que procura, mas que jamais não soube que foi. Eles construíram templos de pedras para procurar algo que já está dentro de si, dedicaram suas vidas a ilusões e enganaram seus irmãos com suas hipocrisias."

Neste momento Danilo começa a chorar como se sentisse uma responsabilidade e um peso a ser carregado. Ciente de toda a dificuldade que cada ser humano aqui no planeta enfrenta e de que tem que entender para superar. Ele pára por alguns segundos e imagens da vida de grandes mestres e auxiliadores que estiveram na Terra lhe vêm à mente. Era como se ele visse o esforço de grandes almas manifestadas em nosso plano com diferentes nomes, mas trazendo a mesma mensagem, tão simples... Mas ao menos tempo tão difícil de emplacar e ser definitivamente entendida...

E ALDBN com um sorriso carinhoso de compreensão diz para Danilo: "fico feliz em ver que entende a dor que sentimos para com nossos irmãos. Agora pode ver o quanto nos esforçamos em lhes mostrar e ajudar."

Danilo, não consegue manter sua concentração. Ele começa a chorar compulsivamente e parece ser capaz de ver trilhões e trilhões de seres de luz trabalhando em prol do planeta Terra. Ele vê a dor gerada, sentida e causada pelos próprios seres humanos para com eles próprios. Ele vê a legião em fila de seres aguardando para voltarem a encarnar, com o desejo de aprender que tentam sem parar se desapegar e conseguir caminhar na escada evolutiva. Alguns parecem ficar num ciclo sem saída como ratos num carrossel. Ele vê também um esforço interminável e incansável de uma série de seres como ALDBN. Mas começa a se sentir muito mal, enfraquecido. Quando ALBDN, pela primeira vez, o toca e lhe fala mentalmente como se estivesse dentro de sua mente: "agora você pode não somente ver, mas como também sentir. Com dor você deve ser capaz de entender a força de nosso esforço a qual agora você faz parte. É uma missão que deve escolher. Mas não temas, pois jamais estará sozinho ou lhe faltará apoio.

Neste momento uma enorme luz e força começa a entrar por todos os chakras de Danilo. Ele se sente suspenso e subindo alimentado por uma enorme força e luz oriunda das mãos de ALDBN. Por um momento ele acha que pode morrer tendo sua vibração e energia brutalmente empurrada para dentro de seu corpo astral. A força com que seu mestre joga um grosso e poderoso raio para dentro de seu corpo é inacreditável e parece levar Danilo cada vez mais ao alto.

Danilo sente como se estivesse fisicamente de fato no céu, no ar. Sofrendo com a pressão da atmosfera e o espesso raio de ALDBN não pára de empurrá-lo mais e mais para o alto. Danilo por um instante pensa ser uma punição quando se vê fora do planeta Terra e se afastando. Ele visualiza a Terra de fora, sente como se fosse explodir e uma grande dor como se algo o queimasse de dentro para fora.

Então ele visualiza ao redor da Terra bilhões de seres olhando para ele, como se estivessem numa missão de cuidar do planeta e, naquele momento, tivessem parado suas atividades para recebê-lo. O mesmo raio que ALDBN jogava sobre ele parecia sair também de dentro do peito de cada um dos seres de luz ao redor do planeta em direção a ele. Danilo, já inchado como um balão inflável a ponto de estourar, não mais temendo por seu espírito, relaxa e recebe os bilhões de raios de luz. A última coisa que ele visualiza é o planeta Terra abaixo de si e seu corpo expandir sem parar.

Diversas coisas passam-se na cabeça dele e ao mesmo tempo ele passa a entender tudo. Ele parece receber a memória de todos os seres que passaram pelo planeta, os mestres, as experiências, tudo. Parecia que uma ligação complexa havia sido estabelecida.

Ele se sente sonolento, como se fosse cair num impossível sono, quando ouve a relaxante voz de ALDBN: "obrigado irmãozinho por tentar também nos ajudar. Eu retirei a única camada de seu corpo que o separava da consciência mãe. Agora você está conectado a todos nós. Agora você é único e todos. Você é eu e eu sou você assim como todos nós somos um só. Parabéns meu irmãozinho e bem vindo ao Corpo de Auroura."

"A partir de agora suas perguntas estarão respondidas antes mesmo de existirem. Você terá todo o apoio necessário para suas nobres atividades. Tenha fé e seja forte. Mas não se descuide. Não se esqueça de que ainda está entre os seres que tanto perguntara. Nossos encontros a partir de agora não serão mais tão freqüentes por razões que eu lhe farei saber em seu tempo. Estou agora designando para ti três grandes auxiliadores que estarão sob minha supervisão."

"Seja sábio, humilde e bom. Procure sempre a paz, a compaixão e o amor. Não perca sua fé, pois você verá, ainda nesta vida, que muitas vezes somente ela lhe restará e o alimentará. Lembre-se de que está apoiado em ombros fortes os quais jamais o deixarão cair, seja qual for seu obstáculo. Comece fazendo o possível, para ser capaz de fazer o que deseja e, em breve, estará fazendo o impossível aos olhos daqueles que ainda não podem ver."

Danilo acorda após incríveis quinze horas de sono. Desperto para uma nova vida, uma nova jornada, ele é capaz de sentir diversas coisas, possui uma intuição aguçada e é capaz de efetuar diversas previsões. Uma nova e empolgante fase da vida dele é iniciada.

Um comentário:

Matheus disse...

Rapá!

Muito bacana este conto. Você ta de parabéns a história é muito bonita e realmente faz a gente pensar muito. Parabéns primão!
Abraços,
Matheus